.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

07h30min às 11h30min | 13h às 17h.

Saúde - Segunda-feira, 04 de Dezembro de 2023

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Saúde alerta para o número crescente de casos de gastroenterites

Na maioria dos casos, a transmissão é feita pelo contato próximo, principalmente por mãos contaminadas pelo vírus”, explica a médica Mariá Pettine.


Saúde alerta para o número crescente de casos de gastroenterites

A Administração Municipal, por meio da Secretaria da Saúde e Assistência Social, alerta para o número crescente de casos de gastroenterites no município. É importante ficar atento e entender sobre as principais causas de diarreia e vômitos, que são as gastroenterites virais. A gastroenterite viral é uma infecção extremamente comum, perdendo em incidência apenas para as infecções respiratórias.

“Esse nome advém de uma inflamação que ocorre no estomago e intestino causada por alguns vírus, dentre os principais estão rotavírus, norovírus (antigamente chamado de vírus Norwalk), adenovírus, sapovírus, astrovírus. Na maioria dos casos, a transmissão é feita pelo contato próximo, principalmente por mãos contaminadas pelo vírus”, explica a médica Mariá Pettine.

Se uma higiene adequada das mãos não for feita após cada evacuação, o paciente pode contaminar roupas e objetos, facilitando a dispersão do vírus. Alimentos preparados por pessoas doentes (principalmente se crus ou mal cozidos) ou águas contaminadas com fezes também são vias comuns de transmissão. A transmissão através do ar também é possível, principalmente através de gotículas de saliva durante a fala, tosse ou espirros.

Os principais sintomas podem ser febre baixa, dor abdominal, diarreia e vômitos. Não existe um remédio específico para curar viroses gastrointestinais, e nem é preciso, pois na maioria dos casos a doença é autolimitada e de curta duração. “O principal objetivo do tratamento é impedir que o paciente desidrate por conta das grandes perdas de água nas fezes e nos vômitos. Não é preciso interromper a alimentação durante o quadro de gastroenterite. Evite apenas alimentos muito gordurosos ou que piorem o enjoo. Não é precioso fazer nenhuma dieta muito restritiva”, ressalta a profissional.

Mariá Pettine 
CRM-RS 47668

Foto: Divulgação

Facebook Twitter WhatsApp Imprimir

266 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.
.

Prefeitura Municipal de Imigrante - RS.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.